Tradução: ‘Viva la Mamma’, de Edoardo Bennato

Anjos dançando rock? Ainda no embalo do Dia das Mães, trago ‘Viva la Mamma”, um dos grandes sucessos de Edoardo Bennato.

Essa música é de 1989 e tem uma levada muito legal. É claro que há outras canções para homenagear as mamães, mas essa é uma das que mais gruda na cabeça.

Bagnoli, que aparece no segundo verso, é o bairro de Napoli onde Edoardo Bennato nasceu.

Tradução de ‘Viva la Mamma’

C’è folla tutte le sere
Nei cinema di Bagnoli
Un sogno che è in bianco e nero
Tra poco sarà a colori
L’estate che passa in fretta
L’estate che torna ancora
E i giochi messi da parte
Per una chitarra nuova

Há uma multidão todas as noites
Nos cinemas de Bagnoli
Um sonho que é em preto e branco
Daqui a pouco estará em cores
O verão que passa apressado
O verão que logo volta
E os brinquedos deixados de lado
Por um violão novo

Viva la mamma
Affezionata a quella gonna un po’ lunga
Così elegantemente anni cinquanta
Sempre così sincera

Viva a mamãe
Adorava aquela saia um pouco longa
Tão elegantemente anos 50
Sempre tão sincera

Viva la mamma
Viva le donne con i piedi per terra
Le sorridenti miss del dopoguerra
Pettinate come lei

Viva a mamãe
Viva as mulheres com os pés no chão
As miss sorridentes do pós-guerra
Penteadas como ela

Angeli ballano il rock, ora
Tu non sei un sogno, tu sei vera
Viva la mamma perché
Se ti parlo di lei non sei gelosa

Anjos dançam rock, agora
Tu não és um sonho, tu és real
Viva a mamãe, porque
Se te falo dela não ficas com ciúme

Viva la mamma
Affezionata a quella gonna un po’ lunga
Indaffarata sempre e sempre convinta
A volte un po’ severa

Viva a mamãe
Adorava aquela saia um pouco longa
Sempre atarefada e sempre convicta
Às vezes, um pouco brava

Viva la mamma
Viva la favola degli anni cinquanta
Così lontana eppure così moderna
E così magica

Viva a mamãe
Viva a fábula dos anos 50
Tão distante, e também tão moderna
E também mágica

Angeli ballano il rock, ora
Non è un juke box, è un’orchestra vera
Viva la mamma perché
Se ti parlo di lei non sei gelosa

Anjos dançam rock, agora
Não é um juke box, é uma orquestra real
Viva a mamãe, porque
Se te falo dela não ficas com ciúme

Bang bang la sveglia che suona
Bang bang devi andare a scuola
Bang bang soltanto un momento
Per sognare ancora

Bang bang, o despertador que toca
Bang bang, deves ir à escola
Bang bang, apenas um momento
Para sonhar um pouco mais

Viva la mamma
Affezionata a quella gonna un po’ lunga
Così elegantemente anni cinquanta
Sempre così sincera

Viva a mamãe
Adorava aquela saia um pouco longa
Tão elegantemente anos 50
Sempre tão sincera

Viva la mamma
Viva le regole e le buone maniere
Quelle che non ho mai saputo imparare

Viva a mamãe
Viva as regras e as boas maneiras
Aquelas que nunca eu soube aprender

Forse per colpa del rock
Forse per colpa del rock, rock
Forse per colpa del
Forse per colpa del rock

Talvez por culpa do rock
Talvez por culpa do rock, rock
Talvez por culpa do rock
Talvez por culpa do rock

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts relacionados