Audiência da final de Sanremo é a maior desde 2000

Quando digo que a Itália para diante dos televisores nos dias de Festival de Sanremo, é por conta de uma tradição que se renova há 72 edições. O sucesso da edição deste ano rendeu recordes de audiência. A final deste sábado (5) tornou-se a maior desde 2000.

A dedicação do apresentador e diretor artístico Amadeus, que cumpriu a tarefa pelo terceiro ano consecutivo, trouxe resultados ainda mais gigantescos. Os números a seguir foram divulgados pela assessoria de imprensa da RAI.

Na parte final, aquela do anúncio do vencedor, a média de share ficou em 73,4%. Conforme comunicado, o pico ocorreu às 1h47 da madrugada com 81,2% de share, exatamente na proclamação do resultado.

“Share” é o percentual de televisores ligados naquele canal. Ou seja, no pico, a cada 10 aparelhos, 8 estavam assistindo ao encerramento do festival.

Na média geral, a quinta e última transmissão (exibida entre 21h22 e 1h56) teve share de 64,9% e mais de 13,8 milhões de espectadores.

Vale uma observação sobre um dado ainda mais interessante. Para a quarta noite, na sexta-feira (4), em que os 25 concorrentes apresentaram músicas de outros artistas, a audiência foi a maior desde 1995. O share foi de 60,6%.

Ao fim do festival do ano passado, Amadeus havia se despedido, dizendo que não pretendia apresentar e dirigir o evento pelo terceiro ano seguido. Agora, eu imploro! Ama, fique para 2023!

Os campeões do Festival de Sanremo 2022 foram Mahmood & Blanco, que interpretaram a música “Brividi”.

 

Comentários fechados

Posts relacionados