Escute ‘Ortica’, a nova música de Arisa

Sim, ortica significa “urtiga”. Isso mesmo. A planta. A inspiração veio da própria Arisa, que é uma das autoras da canção, lançada em 23 de abril.

A música trata da dor que o fim de um amor é capaz de causar. A referência ao vegetal é bastante simples. Quando criança, Arisa lembra que, certa vez, caiu em uma moita de urtigas e a incômoda sensação persistiu por muito tempo.

Quando um amor termina, queima como urtiga. Essa é a principal referência. Arisa cita também que as folhas assemelham-se com um órgão sexual feminino. Além disso, quando se rompem, expelem substâncias ácidas que ferem, tal como a pessoa não recebe o amor suficiente.

O amor que queima quando acaba. Vale a pena ouvir a voz incrível de Arisa em ‘Ortica’ com direito ao dialeto napolitano.

Vale lembrar que, em março deste ano, Arisa concorreu no Festival de Sanremo com ‘Potevi Fare di Più’. Ficou em décimo lugar.

Confira a letra

Ortica
(Arisa – Adriano Pennino)

Pecché m’hai ritt si
Salenn a casa mia
Pecché m’hai ritt “amore ti vorrò per sempre, sul a te per sempre
E poi sei andato via

Riciv “vita mia”
Ma solamente adesso so che er’ tutt’ bugie
E c’aggia crer ch’è finita e punto, come passa un mal di testa
Fors stev sul ij

Pur’ stanott’ chiur a chiav’ tutt’ e port’
Ca nisciun m’adda senter chiagnere p’ te
Facc a content si cu ess pass o tiemp
Te fa vivere o è pesante
Comm’e ritt a me

Sorridi, non ridere, parla e taci
Amore bello, quanto mi piaci
Se solo quando voglio mi baci
Dimme, mi hai detto torno a casa a fatica
Pensav’ fuss sulo na sfida
Trattata come fossi un’ortica
E poi nun t’aggia visto chiù
Sto cor l’hai rubat’ tu

E mo nun so chiù ij
Vuless sol dorm’ p scurdarm e chist’ addio
Ma sciacq’ a facc’ ‘nnànti o specch’
E dico ‘è tutto apposto ma ind o core che teng o sacc’ sul ij

Pur’ stanott’ agg sbarrat’ tutt’ e port’
Ca nisciun m’adda senter chiagnere p’ te

Sorridi, non ridere, parla e taci
Amore bello, quanto mi piaci
Se solo quando voglio mi baci
Dimme, mi hai detto torno a casa a fatica
Pensav’ fuss sulo na sfida
Trattata come fossi un’ortica
E poi nun t’aggia visto chiù
Sto cor l’hai rubat’ tu

Dimme, mi hai detto torno a casa a fatica
Pensav’ fuss sulo na sfida
Trattata come fossi un’ortica
E poi nun t’aggia visto chiù
Sto cor l’hai rubat’ tu
E poi nun t’aggia visto chiù

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts relacionados