7 curiosidades sobre ‘La Solitudine’, de Laura Pausini

Uma das músicas italianas que mais fizeram sucesso no Brasil e que apresentou Laura Pausini para o mundo é o tema de hoje. ‘La Solitudine’ explodiu em 1993 com várias situações curiosas.

1 – Com ‘La Solitudine’, Laura Pausini venceu a categoria revelação do Festival de Sanremo de 1993. Meses depois, a música deu título ao primeiro álbum lançado pela cantora.

2 – A letra, em resumo, trata da separação abrupta de um jovem casal. Marco troca de cidade por conta do emprego do pai e a personagem sente a solidão nos pequenos detalhes da rotina, especialmente na escola.

3 – Os autores são Federico Cavalli, Pietro Cremonesi e Angelo Valsiglio. Depois de virar hit, a música também ganhou versão em espanhol e inglês.

4 – Os compositores haviam testado a música na voz de outros cantores, mas ainda não estavam convencidos. Foi então que Valsiglio, que já conhecia Laura, chamou o produtor musical Marco Marati e sugeriu oferecer à cantora. E deu química. A canção certa na voz certa.

5 – A letra original tinha um narrador masculino, pois os autores imaginavam que seria interpretado por um homem. Quem ia “embora”, portanto, era uma menina chamada Anna. Como Laura se identificou com a música, pois também vivia algo semelhante e lembrava de pegar o trem para ir à escola às 7h30, apenas sugeriu trocar o nome por Marco, que era o namoradinho dela na época. E, assim, nasceu o verso “Marco se n’è andato e non ritorna più”.

6 – Quando a música surgiu no Festival, surgiram críticas, é claro. Parte da imprensa italiana dizia que era uma canção simples, adolescente, imatura, e que apenas tinha impacto em razão da interpretação de Laura. Apesar da desconfiança, a música venceu e alcançou marcas incríveis. Depois da Itália, a música estourou inicialmente na Bélgica, França e Holanda.

7 – Aqui no Brasil, a regravação mais famosa é a de Renato Russo. O saudoso líder do Legião Urbana, embora não falasse italiano, mandou super bem no álbum Equilíbrio Distante, de 1995. ‘La Solitudine’ é a faixa 7. Ao todo, quatro das 13 músicas eram sucessos na época na voz de Laura.

O videoclipe de ‘La Solitudine’ foi gravado numa praia de Ostia, o único bairro costeiro de Roma. Laura aparece em um píer e também na areia.

Letra de ‘La Solitudine’

Marco se n’è andato e non ritorna più
E il treno delle 7:30 senza lui
È un cuore di metallo senza l’anima
Nel freddo del mattino grigio di città

A scuola il banco è vuoto, Marco è dentro me
È dolce il suo respiro fra i pensieri miei
Distanze enormi sembrano dividerci
Ma il cuore batte forte dentro me

Chissà se tu mi penserai
Se con i tuoi non parli mai
Se ti nascondi come me
Sfuggi gli sguardi e te ne stai
Rinchiuso in camera e non vuoi mangiare
Stringi forte a te il cuscino
Piangi e non lo sai quanto altro male ti farà la solitudine

Marco nel mio diario ho una fotografia
Hai gli occhi di bambino un poco timido
La stringo forte al cuore e sento che ci sei
Fra i compiti d’inglese e matematica

Tuo padre e i suoi consigli che monotonia
Lui con il suo lavoro ti ha portato via
Di certo il tuo parere non l’ha chiesto mai
Ha detto “un giorno tu mi capirai”

Chissà se tu mi penserai
Se con gli amici parlerai
Per non soffrire più per me
Ma non è facile lo sai

A scuola non ne posso più
E i pomeriggi senza te
Studiare è inutile tutte le idee si affollano su te
Non è possibile dividere la vita di noi due
Ti prego aspettami amore mio…
Ma illuderti non so!

La solitudine fra noi
Questo silenzio dentro me
È l’inquietudine di vivere la vita senza te
Ti prego aspettami perché
Non posso stare senza te
Non è possibile dividere la storia di noi due

La solitudine fra noi
Questo silenzio dentro me
È l’inquietudine di vivere la vita senza te
Ti prego aspettami perché
Non posso stare senza te
Non è possibile dividere la storia di noi due

La solitudine

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts relacionados